Drone da Polícia Militar vai reforçar a segurança no centro de Belo Horizonte

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasi
Grupo põe cruzes no gramado em frente ao Congresso para se manifestar a favor da PEC da redução da maioridade penal
30 de junho de 2015
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma durante reunião de trabalho com o presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama
30 de junho de 2015
526
Compartilhe
Foto: PMMG

Foto: PMMG

Foto: PMMG

Foto: PMMG

30/06/2015 – O hipercentro de Belo Horizonte vai receber, em breve, um suporte aéreo para melhorar a segurança na região mais movimentada da cidade. Trata-se de um drone que, segundo a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), vai auxiliar no flagrante de crimes, delitos e outras irregularidades cometidas na capital. O reforço no sistema de vigilância, de acordo com o comandante do 1º BPM, tenente coronel Vítor Augusto Araújo, será, inicialmente, em locais amplos e de reincidência de crimes. São exemplos as praças Raul Soares, da Assembleia, Rio Branco, da Estação, Praça Sete e até mesmo, aos domingos, a Avenida Afonso Pena, durante a realização da Feira de Artesanato (Feira Hippie). “O equipamento será utilizado em apoio ao policiamento, como no caso da identificação de rotas de fuga, de placas de carro”, observa o comandante. “Escolhemos as pessoas que vão trabalhar na operação da máquina e, combinando-se a tecnologia à astúcia do bom operador, teremos um ganho muito grande com o uso do drone”, completa. A aeronave não tripulada, segundo o tenente coronel Vítor Araújo, tem capacidade de evolução média de 25 minutos em atividade. Após esse período, o drone volta para a base automaticamente, onde a bateria é trocada e o equipamento retorna ao objetivo de monitoramento. O modelo a ser utilizado foi inspirado no projeto de monitoramento já realizado em Lavras, no Sul de Minas. Com controle remoto e câmera acoplada, o drone garante a captação de imagens e também o envio diretamente a um celular, por meio da tecnologia de internet sem fio (wifi).