Representação de ventos estratosféricos perto do pólo sul de Júpiter

Da minha janela… trabalhadores de manutenção inspecionando o edifício Scarpa
22 de março de 2021
Coalsack, Emu, Tinamou?
22 de março de 2021
53
Compartilhe

This image shows an artist’s impression of winds in Jupiter’s stratosphere near the planet’s south pole, with the blue lines representing wind speeds. These lines are superimposed on a real image of Jupiter, taken by the JunoCam imager aboard NASA’s Juno spacecraft. Jupiter’s famous bands of clouds are located in the lower atmosphere, where winds have previously been measured. But tracking winds right above this atmospheric layer, in the stratosphere, is much harder since no clouds exist there. By analysing the aftermath of a comet collision from the 1990s and using the ALMA telescope, in which ESO is a partner, researchers have been able to reveal incredibly powerful stratospheric winds, with speeds of up to 1450 kilometres an hour, near Jupiter’s poles.

Representação de ventos estratosféricos perto do pólo sul de Júpiter
Esta imagem mostra a impressão de um artista dos ventos na estratosfera de Júpiter perto do pólo sul do planeta, com as linhas azuis representando a velocidade do vento. Essas linhas são sobrepostas a uma imagem real de Júpiter, tirada pelo imageador JunoCam a bordo da espaçonave Juno da NASA.

As famosas faixas de nuvens de Júpiter estão localizadas na baixa atmosfera, onde os ventos foram medidos anteriormente. Mas rastrear os ventos logo acima desta camada atmosférica, na estratosfera, é muito mais difícil, pois não existem nuvens lá. Ao analisar as consequências de uma colisão de cometa na década de 1990 e usar o telescópio ALMA, do qual o ESO é parceiro, os pesquisadores conseguiram revelar ventos estratosféricos incrivelmente poderosos, com velocidades de até 1450 quilômetros por hora, perto dos pólos de Júpiter.

Crédito: ESO / L. Calçada e NASA / JPL-Caltech / SwRI / MSSS