Tripulantes da Expedição 60-61 retornam à Terra a bordo da Soyuz MS-13

Um oficial da UPDF servindo sob a Missão da União Africana na Somália (AMISOM), distribui bolas de futebol para crianças
6 de fevereiro de 2020
Lançamento do livro “Marisa Letícia Lula da Silva”, do escritor e biógrafo Camilo Vannuchi,
6 de fevereiro de 2020
379
Compartilhe

Cazaquistão 06 02 2020 A astronauta da NASA Christina Koch é ajudada a sair da sonda Soyuz MS-13 apenas alguns minutos depois que ela, o cosmonauta do Roscosmos Alexander Skvortsov e a astronauta da ESA Luca Parmitano, pousaram em uma área remota perto da cidade de Zhezkazgan, Cazaquistão, na quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020 Koch retornou à Terra depois de registrar 328 dias no espaço – o voo espacial mais longo da história por uma mulher – como membro das Expedições 59-60-61 na Estação Espacial Internacional. Skvortsov e Parmitano retornaram após 201 dias no espaço, onde serviram como tripulantes da Expedição 60-61 a bordo da estação. Crédito da foto: (NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)

(NASA / Bill Ingalls)