A professora Edimara Soares, a primeira doutora quilombola do Brasil