Ações melhoram proteção de quem está vulnerável no Paraná

Montagem do palco que receberá os shows da virada de ano na Av.Paulista
28 de dezembro de 2017
Hemoba convoca população para doar sangue antes do Réveillon
28 de dezembro de 2017
376
Compartilhe
As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

As políticas das Crianças e adolescentes, mulheres, pessoas idosas e com deficiência foram alvo de ações e repasses que fortaleceram a rede de proteção e envolvendo a sociedade. O resultado dos investimentos fez com que o Paraná ficasse entre os melhores estados para viver a infância e a adolescência. Curitiba, 28/12/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS