Policia Federal conclui em segundo inquérito que Adélio agiu sozinho