Adiado depoimento de José Carlos Cosenza à CPMI da Petrobras

Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA
Rio Grande da Serra recebe unidade da Etec
22 de outubro de 2014
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Senador Eduardo Suplicy durante sessão não deliberativa, no plenário do Senado
22 de outubro de 2014
395
Compartilhe
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

22/10/2014- Brasília- DF, Brasil-  Adiado depoimento de José Carlos Cosenza à CPMI da Petrobras. O diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, apresentou atestado médico à CPM para justificar sua ausência na reunião. Na foto: vice-presidente da CPMI, senador Gim (PDT-DF);presidente da CPMI da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB); relator da CPMI, deputado Marco Maia (PT-RS).

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

22/10/2014- Brasília- DF, Brasil-  Adiado depoimento de José Carlos Cosenza à CPMI da Petrobras. O diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, apresentou atestado médico à CPM para justificar sua ausência na reunião. Na foto: vice-presidente da CPMI, senador Gim (PDT-DF);presidente da CPMI da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB); relator da CPMI, deputado Marco Maia (PT-RS).

 

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

22/10/2014- Brasília- DF, Brasil- A CPMI da Petrobras ouve o atual diretor de Abastecimento da estatal, José Carlos Cosenza, que assumiu o posto no lugar de Paulo Roberto Costa, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. Cosenza terá de explicar acusações de que estaria ligado a práticas consideradas criminosas praticadas por Costa, o doleiro Alberto Youssef e o deputado Luiz Argôlo (SD-BA). Na foto: Em pronunciamento, deputado Afonso Florence (PT-BA).

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

22/10/2014- Brasília- DF, Brasil- O relator da CPI Mista da Petrobras, deputado Marco Maia (PT-RS), diz que não há chance de o diretor de Abastecimento da empresa, José Carlos Cosenza, falar à comissão nesta sexta-feira (24). A reivindicação foi feita por parlamentares da oposição diante da ausência de Cosenza à reunião desta quarta. Em entrevista, Marco Maia lembra a dificuldade de quórum às vésperas do segundo turno das eleições.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado