Adolescentes em semiliberdade praticam esportes radicais em Belo Horizonte

    810
    Foto: Seds
    Foto: Seds

    25/11/2014- Belo Horizonte- MG, Brasil- Ir de uma ponta a outra, sem cair. Pode até parecer fácil à primeira vista, mas, para vários adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa em Belo Horizonte, a prática do slackline vem exigindo uma dose extra de concentração e equilíbrio. Há duas semanas, mais de 80 jovens das Casas de Semiliberdade Planalto, São Luiz, Santa Amélia, Ipiranga, Letícia, São João Batista e do Centro de Internação Provisória têm tido contato com esportes radicais, por meio do Projeto Superação na Semiliberdade. Além do slackline, eles também aprendem manobras de skate. As atividades ocorrem às terças e quintas-feiras, no Parque Lagoa do Nado.

    Foto: Seds
    Foto: Seds

    25/11/2014- Belo Horizonte- MG, Brasil- O objetivo é apresentar a esses adolescentes modalidades com que eles não tiveram contato anteriormente. “Nós tentamos despertar o interesse dos jovens com atividades que vão além dos esportes com bola. E a aceitação tem sido muito boa, do contato com equipamentos de segurança até o fato de, por ainda não conseguirem se equilibrar, eles deverem confiar ainda mais nos professores”, comenta o coordenador técnico do Projeto Superação, Fábio Araújo. Por meio da nova vivência, são exercitados aspectos importantes para a sociabilização desses jovens, como a persistência e o autocontrole. Isso porque, para conseguir tanto atravessar a fita do slackline quanto acertar as manobras, por exemplo, é necessário trabalhar o foco e a concentração. E, até atingir o objetivo, eles passam por muito treino e várias tentativas. A superintendente de Gestão das Medidas de Meio Aberto e Semiliberdade, Érika Vinhal, destaca o papel dos esportes no cumprimento das medidas socioeducativas. “A vivência esportiva é uma importante ferramenta educacional, pois proporciona o trabalho nos aspectos da disciplina, de perseverança, de autoestima e respeito às regras, além de melhorar a qualidade de vida”, destaca.

    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds
    Foto: Seds