Alta de atacado e varejo desacelera e IGP-M sobe 0,51% na 1ª prévia de maio

Geraldo Alckmin assina termo de transmissão de cargo ao vice Márcio França
11 de maio de 2015
Foto: Alex Ibañez/ Presidência do Chile
Presidente do Chile, Michelle Bachelet, participa da posse de seus novos ministros
11 de maio de 2015
602
Compartilhe
Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

11/05/2015 – Brasil O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) teve alta de 0,51 por cento na primeira prévia de maio, após avançar 1,03 por cento no mesmo período de abril, com desaceleração da alta dos preços tanto no atacado quanto no varejoDe acordo com os dados informados nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) –que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral– subiu 0,56 por cento na primeira prévia deste mês, ante alta de 1,28 por cento no mês anterior. No IPA, os preços das Matérias-Primas Brutas registraram queda de 0,50 por cento na primeira prévia de maio, ante alta de 1,61 por cento no mesmo período do mês anterior.

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30 por cento no IGP-M, desacelerou a alta a 0,47 por cento na primeira prévia de maio, após avanço de 0,53 por cento no mesmo período de abril.Neste caso, o avanço dos custos do item Habitação desacelerou para 0,43 por cento, contra 1,39 por cento na primeira prévia de abril.A FGV divulgou ainda que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,27 por cento no período, ante alta de 0,69 por cento na primeira prévia de abril.O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas