Ambulatório de Transgêneros do Hospital Jean Bitar, criado em outubro deste ano para atender pacientes

Em Salvador Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres, a Operação Ronda Maria da Penha se uniu ao Mais Grafite, projeto da Secretaria de Justiça
26 de novembro de 2017
O presidente Donald J. Trump olha como a primeira-dama Melania Trump aperta a mão com um membro da Guarda Costeira durante uma visita do Dia de Ação de Graças
26 de novembro de 2017
696
Compartilhe

Belem PA 26 11 2017 Rafael Ramos, de 24 anos, é um homem trans. Há dois anos ele está passando pelo tratamento necessário para a mudança definitiva de gênero. Ele é um dos primeiros pacientes do Ambulatório de Transgêneros do Hospital Jean Bitar, criado em outubro deste ano para atender, de forma inovadora na região Norte, pessoas que apresentam disforia ou incongruência de gênero, ou seja, uma incompatibilidade entre a identidade de gênero e o sexo que lhe foi atribuído ao nascimento. Na foto, Rafael Ramos com a coordenadora do Ambulatório de Transgêneros do Hospital Jean Bitar, a endocrinologista Flávia Cunha.

MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ

MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ

MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ