Após permanecer fechado por meses, o comércio em Santos volta a reabrir aos poucos, com restrições e um movimento muito abaixo do normal.

126

Santos SP 31 08 2020 Após permanecer fechado por meses, o comércio em Santos volta a
reabrir aos poucos, com restrições e um movimento muito abaixo do
normal. Por outro lado, as vendas e negócios online tiveram um
crescimento expressivo, mostrando que esse novo canal se torna mais
acessível e seguro, atraindo os antigos clientes e mesmo novos
consumidores. Uma alternativa de comércio que já era sucesso mesmo
antes da pandemia e que, com certeza, vai permanecer para sempre.
Para ajudar os comerciantes e prestadores de serviço de Santos a
trabalhar com esta forma de negócios e embarcar na tecnologia e suas
facilidades com segurança e credibilidade, o grupo EGO Comunicação
Estratégica criou o Portal Comprar em Santos, um canal coletivo e
comunitário de relacionamento e de vendas online onde o comércio da
cidade volta a se aproximar de seus compradores e clientes. Uma
relação de ajuda mútua para quem quer vender e quem quer comprar,
durante e mesmo depois dessa pandemia.

O portal tem o apoio e a parceria do Sindicato do Comércio Varejista da
Baixada Santista – SincomércioBS, Sescon-BS (Sindicato das Empresas
de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,
Informações e Pesquisas da Baixada Santista), Santos Convention &
Visitors Bureau – Visite Santos e SinHoRes (Sindicato de Hotéis,
Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e do Vale do

Ribeira), que recomendam a seus associados que se cadastrem no
compraremsantos.com.br.

“O Comprar em Santos é a nova forma de o empresário manter o
movimento da sua loja, comércio, negócio, prestação de serviços. E por
ser na internet, além de amplo, é definitivo. Basta cadastrar o seu
negócio, loja ou serviço, de graça, no portal Comprar em Santos. Ele é
gratuito e também conta com a ajuda dos meios de comunicação que
vão divulgar o portal para que a cidade retome a sua economia”, diz o
publicitário Américo Barbosa, um dos responsáveis pela iniciativa.

Representando o Sescon Baixada Santista, o presidente Carlos
Henrique Cruz reforça a importância do canal: “Peço aos empresários
contábeis, colaboradores e clientes para se cadastrarem, comprarem e
contratarem serviços dentro de nossa região, fomentando nosso
comércio. Para isso agora temos essa nova ferramenta que é o portal de
vendas e compras compraremsantos.com.br”, disse.

O presidente do Santos CVB – Visite Santos, Leonardo Carvalho, afirma
acreditar que a iniciativa do Comprar em Santos é essencial para fazer
girar a roda da economia local: “Tem o nosso total apoio e confiança.
Nós, como uma associação de empresários, temos por princípio
incentivar e divulgar o consumo local, pois sabemos da árdua tarefa
que é o empreendedorismo e a manutenção das empresas nos tempos
atuais.”

O SincomércioBS foi um dos primeiros a apoiar a iniciativa do portal
compraremsantos.com.br. “Mais que uma solução de tecnologia e de
inovação, o portal permite que todos os comerciantes da cidade
reabram seus negócios agora mesmo, se cadastrando e montando sua
loja virtual nesse e-commerce de relacionamento entre comerciante,
lojista, empreendedor, fornecedores e seu cliente consumidor. Essa
vitrine virtual é um complemento da loja física e, neste momento, o
mais importante canal para vendas”, convoca o presidente Omar Assaf,
que adianta que esse trabalho iniciado em Santos será estendido em
breve para outros municípios da Baixada Santista.

Com mais de 16 mil associados, o SinHoRes é outro importante
sindicato que trabalha com o portal para reativar os negócios em
Santos. Desde o início da pandemia, segundo o presidente Heitor
Gonzalez, começou a busca por soluções para auxiliar os associados:
“Não poderíamos deixar de apoiar uma iniciativa tão importante como
o Comprar em Santos para movimentar e manter a economia local. Em
tempos difíceis precisamos nos unir e incentivar uns aos outros. Por
este motivo aconselhamos a todos os empresários do segmento de

hotéis, bares e restaurantes e similares a se cadastrarem nesta
plataforma, que vai agregar muito valor aos negócios locais.”

Como voltar a vender

O portal já é um sucesso, reunindo desde floriculturas até oficinas
mecânicas, passando por assistência técnica, salões de beleza, serviços
gráficos, materiais de construção, clínicas médicas e dezenas de outros,
nas áreas de saúde, estética, beleza, moda, alimentação, produtos
naturais, turismo, livrarias e pet shops.

Para o comerciante usar o Comprar em Santos, é só acessar o
compraremsantos.com.br e fazer um cadastro, fornecendo dados como
endereço e CNPJ, entre outros. Sem pagar nada. É só se cadastrar e usar
o portal para anunciar seus produtos, vendas, negócios, descontos e
promoções.

Depois de cadastrados, os lojistas, comerciantes ou prestadores de
serviços podem montar suas vitrines com imagens dos produtos ou
serviços com que trabalham, postando até dez fotos na página criada
para eles (que podem ser feitas até mesmo com o celular), incluindo
marca e informações sobre produtos e áreas de atuação.

Depois da inscrição ser aprovada, eles deverão informar a forma de
pagamento que será aceita, como Mercado Pago, Picpay, Paypall, cartão
de débito ou crédito ou outras. O comerciante também vai divulgar na
sua página as formas como o cliente pode escolher como receber suas
compras, seja por delivery, drive thru ou até mesmo de forma
presencial, com agendamento para retirar o produto na própria loja.

O consumidor entra no Comprar em Santos e faz a busca pelo nome da
loja, tipo de produto ou proximidade com o seu CEP. Acessa a loja ou
serviço pelos contatos fornecidos e inicia a comunicação direta,
definindo a forma de entrega e a de pagamento.

Tudo de acordo com o Código do Consumidor e preservando a
segurança dos dados dos envolvidos. A responsabilidade por
disponibilizar formas de pagamento e de entregas aos consumidores é
das lojas e dos prestadores de serviços cadastrados.

Comerciantes santistas voltam aos negócios

O Portal Comprar em Santos surgiu devido ao fechamento de lojas e a
interrupção de inúmeros negócios na cidade, o que traz preocupação,
tristeza e incertezas, além do desemprego de trabalhadores que afeta
milhares de famílias santistas.

Américo Barbosa diz que é uma obrigação tomar uma atitude diante
dessa situação: “Quem ama Santos, compra em Santos. Essa é a relação
que temos no #compraremsantos, a maior vitrine virtual da cidade, de
benefício para todos nesse momento difícil para a nossa economia.
Afinal, dinheiro é energia que movimenta vidas!”

O sócio-proprietário da Superação Isenções e Seguros, Nilton Marques
Junior, é um dos cadastrados no portal que já percebeu uma retomada
em seus negócios: “É uma ótima iniciativa para ajudar o comércio de
Santos. E é grátis. Ajuda demais para que os clientes saibam que você
existe. Até já recomendei para vários amigos comerciantes”, afirma.

Outro cadastrado é Marcelo Reinert, da Adonay Rádio TV, loja de
informática e eletrônicos, que está no mesmo endereço em Santos
desde a década de 60. “Ficamos fechados desde março. Mesmo
reabrindo e com restrições, o movimento continua muito baixo. Mas o
Comprar em Santos fortalece o comércio local e ajuda os comerciantes
a não fecharem suas lojas. Eu já tive site e não teria condições de voltar
a ter nenhum gasto nessa área, tão necessária hoje. Então o portal,
gratuito, veio para ficar, mesmo depois da pandemia, tenho certeza.”foto Marcelo dos Santos/ imprensa@egocomunicacao.com.br

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos

Marcelo dos Santos