As ancestralidade e a literatura indígena pautaram a participação da escritora, que destacou a importância de haver povos originários na produção literária

Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu na Cerimônia de Abertura na Escola de Educação Religiosa dos Vinhedos de Elkana
1 de setembro de 2019
Força Tarefa nas ação combate ao desmatamento e queimadas ilegais em Colniza no estado do Mato Grosso
1 de setembro de 2019
302
Compartilhe

Belem PA 31 08 2019-A programação das Vozes Originárias Indígenas, na 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, foi encerrada pela escritora, ativista e empreendedora indígena Eliane Potiguara, no Encontro Literário realizado na Arena Multivozes. As ancestralidade e a literatura indígena pautaram a participação da escritora, que destacou a importância de haver povos originários na produção literária, o que ajuda na divulgação da cultura indígena, além de abordar temas como territorialidade e tradições que fazem parte da vivência desses povos. foto Mario Quadros /Ascom Secult

Mario Quadros /Ascom Secult

Mario Quadros /Ascom Secult

Mario Quadros /Ascom Secult