Assentamento Contestado, na Lapa (PR), partilha quatro toneladas de alimentos

Navios de patrulha no Oceano Pacífico
5 de agosto de 2020
Presidente Jair Bolsonaro e o Presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre conversam com a imprensa.
5 de agosto de 2020
201
Compartilhe

Assentamento Contestado, na Lapa (PR), partilha quatro toneladas de alimentos
Ação faz parte da campanha nacional de solidariedade do MST para o enfrentamento da fome na pandemia

Na última sexta-feira (31), famílias moradoras dos bairros Olaria e São Lucas, da cidade da Lapa, região metropolitana de Curitiba (PR), receberam aproximadamente quatro toneladas de alimentos da Reforma Agrária. A diversidade de produtos veio direto das plantações de agricultores e agricultoras do assentamento Contestado. Foram distribuídas cerca de 100 sacolas de alimentos saudáveis para cada um dos bairros.

A coordenadora da Pastoral da Partilha e do Grupo da comunidade Estação do bairro Olaria, Rosana Silva Santos, ressaltou a importância da doação de alimentos num momento tão particular como o atual. Segundo ela, ações de solidariedade como essa reforçam a importância de ajudarmos uns aos outros. “Essas doações vão fazer muita diferença para as famílias, porque muita delas não tem alimentos saudáveis em casa”.

EM MENOS DE 6 MESES, ACAMPAMENTO JÁ PRODUZ ALIMENTOS SAUDÁVEIS EM SP
O acampamento Campo e Cidade Paulo Botelho, em Jardinópolis (SP), existe há menos de 6 meses e se estrutura em meio à uma pandemia que mostrou a todos uma crise política, econômica, social e sanitária existente no país.
Entretanto, nada disso impediu os acampados de abraçarem o modelo de produção agroflorestal e produzirem as primeiras verduras, legumes e frutas.
Parte da produção já faz parte da alimentação diária dos acampados, ajudando a garantir a subsistência da comunidade durante o período de desemprego e isolamento social.

Wellington Lemos

Wellington Lemos

Wellington Lemos

MST/PR

MST/PR