Brasileiros residentes no Japão se preparam para o campeonato Asiático de Brazilian Jiu Jitsu

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Vestiário do Corinthians momentos antes da partida contra o time do Palmeiras
6 de setembro de 2015
Foto: Beth Santos/ PMRJ
Praça Mauá é reinaugurada no Rio de Janeiro
6 de setembro de 2015
714
Compartilhe
Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Um grupo de cinco brasileiros residentes no Japão se unem e criam uma rede de academias de Brazilian Jiu Jitsu em 2011.  Hoje com quase 500 atletas espalhados em suas 13 academias em todo o Japão, 85% são brasileiros. A academia Impacto tem como objetivo formar um grupo competitivo preparado para disputar os diversos campeonatos espalhados pelo mundo . Os atletas brasileiros ja conseguiram vários títulos, tais como bi-campeões europeus, vice-campeão europeus e títulos asiáticos. 

Os professores e atletas Toshio Asada 38 e YoskI Suto 36 são responsáveis pela graduação dos alunos e tem na sua retaguarda uma competente equipe de professores e alunos faixa pretas .  Segundo o professor Toshio Asada os alunos faixa pretas servem de espelho para os mais novatos seguirem e aprenderem a arte do Brazilian Jiu Jitsu.  Os alunos novatos aprendem desde cedo que não há a necessidade de querer ser melhor do que seu colega e sim DEVEMOS SER TÃO BOM QUANTO ELE. VOCÊ PRECISA LUTAR PARA QUE O  SEU JIU JITSU SEJA MELHOR QUE O JIU JITSU DO SEU ADVERSÁRIO . A harmonia prevalece do inicio ao fim do treino. 

Para Toshio que chegou no Japão há 20 anos atrás conta que sofreu muito nessa época devido a saudade do Brasil e a falta de realizar alguma atividade pois sua vida se resumia apenas a casa e trabalho como todo brasileiro residente no Japão. Um belo dia sua namorada e esposa atual lhe convidou a assistir uma aula de Brazilian Jiu Jitsu e foi amor a primeira vista pois lembra que no Brasil assistia as lutas de Royce Graice e ficava encantado a cada luta  que passava na TV. Em 1999 começou a treinar Brazilian jiu Jitsu com o mestre Takeo Tani e seu sonho desde o inicio era chegar a faixa preta. O tempo foi se passando muito rápido e quando percebeu já estava com sua faixa preta na cintura. Seu mestre retornou para o Brasil deixando-o com a academia e seus alunos. Isso na verdade foi uma grande escola ensinando-o e preparando o alicerce que serve como base de uma estrutura que se iniciou com cinco professores , a IMPACTO BRAZILIAN JIU JITSU. 

Nomeada de academia numero um entre muitos atletas de Brazilian jiu jitsu residentes no Japão hoje se prepara para mais um grande Campeonato Asiático a ser realizado nos dias 12 e 13 de setembro de 2015 em Tokyo.Hoje foi realizado um mega treino com mais de 110 atletas de toda a rede da Impacto. Fotos do treino no ginásio de esportes da cidade de a Kariya no estado de Aichi, Japão.  

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

 Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas

Fotos: Marcelo Hide/Fotos Públicas