Campanha Busão sem Abuso gera aumento de denúncias de assédio em ônibus em Curitiba

    335
    Foto: Valdecir Galor/SMCS
    Foto: Valdecir Galor/SMCS

    24/04/2015 – Curitiba – PR, Brasil – Em menos de quatro meses, a Guarda Municipal de Curitiba registrou 20 ocorrências de assédio sexual, prática de atos obscenos e de atos libidinosos nos ônibus de Curitiba. O número equivale a 70% do total de ocorrências do ano passado, quando foram registrados 28 casos. As denúncias aumentaram após o início da campanha Busão sem Abuso, lançada pela Prefeitura de Curitiba em novembro de 2014 e que estimula a população a denunciar este tipo de crime.No período entre 1º de janeiro a 23 de abril deste ano, das 20 ocorrências, duas foram detenções em flagrante. A mais recente aconteceu na tarde desta quinta-feira (23), em um trajeto da linha Afonso Pena/ Boqueirão. Após denúncia feita por passageiros para o telefone 153, a Guarda Municipal deteve um homem de 62 anos, que foi encaminhado ao 7º Distrito Policial (DP), assinou termo circunstanciado e responderá por atentado ao pudor.Em 2014, das 28 ocorrências deste tipo, em nove foram feitas prisões em flagrante e encaminhamento do abusador para a delegacia de polícia. Dos cinco flagrantes de assédio sexual registrados no interior dos ônibus em 2014, três foram praticados por agressores com idade superior a 55 anos.A secretária da Mulher da Prefeitura de Curitiba, Roseli Isidoro, atribui o número expressivo de casos registrados em 2015 à sensibilização promovida pelo programa “Busão Sem Abuso”, que informa e orienta para que as pessoas acionem a Guarda Municipal, por meio do telefone 153, para denunciar e atender a essas ocorrências.

    Foto: Valdecir Galor/SMCS
    Foto: Valdecir Galor/SMCS
    Foto: Thea Tavares/SMCS
    Foto: Thea Tavares/SMCS