Centro de Controle Aeroespacial em Beijing monitora a Estação Espacial Chinesa que cairá na Terra hoje