Chapada Diamantina por AGLIBERTO LIMA

PRECISAMOS DE VOCÊ
22 de julho de 2018
PSL lança candidatura de Jair Bolsonaro a presidente à presidência da República
22 de julho de 2018
845
Compartilhe
Lençois-Ba 18/06/2018 Poço Azul na Chapada Diamantina. A incidência da luz solar durante alguns meses do ano, cria uma atmosfera mágica. Foto Agliberto Lima

Lençóis-BA 15/06/2018 (CHAPADA DIAMANTINA)Tombada pelo IPHAN, a cidade de Lençóis é considerada o portal da Chapada Diamantina, graças à sua infraestrutura hoteleira e restaurantes de alto nível e voos regulares. Os seus principais atrativos são os casarios do século XIX, a história e cultura herdadas do garimpo, a Serra do Sincorá e os atrativos naturais de fácil acesso em todo o seu entorno. Foto Agliberto Lima

Vale do Capão-BA (CHAPADA DIAMANTINA) 20/06/2018 Cachoeira do Riachinho. Localizada na estrada que liga a vila do Capão ao município de Palmeiras, está a bela cachoeira de 12 m de altura e um poço.  O atrativo integra a unidade de conservação Parque Natural Municipal do Riachinho. Foto Agliberto Lima

Vale do Capão-BA (CHAPADA DIAMANTINA) 20/06/2018 Cachoeira do Riachinho. Localizada na estrada que liga a vila do Capão ao município de Palmeiras, está a bela cachoeira de 12 m de altura e um poço.  O atrativo integra a unidade de conservação Parque Natural Municipal do Riachinho. Foto Agliberto Lima

Igatu-BA (CHAPADA DIAMANTINA) 23/06/2018 Xique-Xique de Igatu, hoje distrito de Andaraí, foi um dos locais mais povoados da região, com cerca de nove mil habitantes. Igatu viveu o apogeu e a decadência da exploração de minérios, deixando os sinais de sua história na arquitetura. foi um dos maiores produtores mundiais de carbonado diamantes. As ruínas das casas de pedra do distrito integram um Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico tombado pelo IPHAN. NA FOTO SEDE O MUSEU A CÉU ABERTO. Foto Agliberto Lima

Igatu-BA (CHAPADA DIAMANTINA) 23/06/2018 Xique-Xique de Igatu, hoje distrito de Andaraí, foi um dos locais mais povoados da região, com cerca de nove mil habitantes. Igatu viveu o apogeu e a decadência da exploração de minérios, deixando os sinais de sua história na arquitetura. foi um dos maiores produtores mundiais de carbonado diamantes. As ruínas das casas de pedra do distrito integram um Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico tombado pelo IPHAN. Foto Agliberto Lima

ENTRE NO LINK E FAÇA A SUA DOAÇÃO https://fotospublicas.com/doar/