Cheque Moradia garante cidadania a quilombolas no Pará

Imagem da Terra feita pela Apollo 10 completa 48 anos
20 de maio de 2017
Quase 300 estudantes das redes municipal e estadual de ensino assistiram à performance do B-Bones, no Pará
20 de maio de 2017
916
Compartilhe

19/05/2017- ANANINDEUA - PARÁ, BRASIL- Garantir o direito a uma moradia digna era uma reivindicação antiga da Comunidade Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua. A parceria entre o Núcleo de Apoio às Populações Indígenas e Quilombolas-NUPINQ, ligado à Casa Civil, e a Companhia de Habitação do Pará (Cohab)a, proporcionou o atendimento dessa demanda, beneficiando inicialmente 60 famílias com o programa habitacional Cheque Moradia, em 2016. Margarete Costa Barbosa (foto) está grávida. Ela e o marido começaram a construir a casa onde iriam morar com a enteada. Segundo ela, com a crise econômica os recursos ficaram escassos e eles não tinham condições de concluir a obra. FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ

19/05/2017- ANANINDEUA – PARÁ, BRASIL- Garantir o direito a uma moradia digna era uma reivindicação antiga da Comunidade Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua. A parceria entre o Núcleo de Apoio às Populações Indígenas e Quilombolas-NUPINQ, ligado à Casa Civil, e a Companhia de Habitação do Pará (Cohab)a, proporcionou o atendimento dessa demanda, beneficiando inicialmente 60 famílias com o programa habitacional Cheque Moradia, em 2016. Margarete Costa Barbosa (foto) está grávida. Ela e o marido começaram a construir a casa onde iriam morar com a enteada. Segundo ela, com a crise econômica os recursos ficaram escassos e eles não tinham condições de concluir a obra.
FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ

19/05/2017- ANANINDEUA – PARÁ, BRASIL-Garantir o direito a uma moradia digna era uma reivindicação antiga da Comunidade Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua. A parceria entre o Núcleo de Apoio às Populações Indígenas e Quilombolas-NUPINQ, ligado à Casa Civil, e a Companhia de Habitação do Pará (Cohab)a, proporcionou o atendimento dessa demanda, beneficiando inicialmente 60 famílias com o programa habitacional Cheque Moradia, em 2016. Margarete Costa Barbosa (foto) está grávida. Ela e o marido começaram a construir a casa onde iriam morar com a enteada. Segundo ela, com a crise econômica os recursos ficaram escassos e eles não tinham condições de concluir a obra.
FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ

19/05/2017- ANANINDEUA – PARÁ, BRASIL-Garantir o direito a uma moradia digna era uma reivindicação antiga da Comunidade Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua. A parceria entre o Núcleo de Apoio às Populações Indígenas e Quilombolas-NUPINQ, ligado à Casa Civil, e a Companhia de Habitação do Pará (Cohab)a, proporcionou o atendimento dessa demanda, beneficiando inicialmente 60 famílias com o programa habitacional Cheque Moradia, em 2016.
FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ

19/05/2017- ANANINDEUA – PARÁ, BRASIL- Garantir o direito a uma moradia digna era uma reivindicação antiga da Comunidade Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua. A parceria entre o Núcleo de Apoio às Populações Indígenas e Quilombolas-NUPINQ, ligado à Casa Civil, e a Companhia de Habitação do Pará (Cohab)a, proporcionou o atendimento dessa demanda, beneficiando inicialmente 60 famílias com o programa habitacional Cheque Moradia, em 2016.
FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ