Cinco anos de pacificação em Santa Marta

Foto: Peter Liander/ Saab (15/01/2013)
Caça Gripen NG, da empresa sueca SAAB, é o novo avião da Força Aérea Brasileira
18 de dezembro de 2013
Foto: NASA/SDO/Goddard Space Flight Center
NASA, mostra arco-íris de comprimentos de onda do Sol
18 de dezembro de 2013
487
Compartilhe
Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Antigo palco de rotineiros, conflitos entre policiais e criminosos, o Santa Marta conquistou números emblemáticos nos últimos anos. De acordo com o ISP (Instituto de Segurança Pública), a comunidade não registrou um assassinato sequer desde a instalação da UPP. Os casos de homicídios decorrentes de intervenção policial também estão zerados desde 2009, assim como os indicadores de Roubo de Veículos e Armas Apreendidas.

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

Thaís Silva, com seus filhos, Pedro Henrique, de 4 anos, e a irmã Jamily Vitória, de 2, moram no Santa Marta, morro carioca que há exatos cinco anos foi retomado pelo Estado e ganhou a primeira UPP (Unidade de Polícia Pacificadora).