Cingapura aceitou a entrada de mais carne bovina argentina

Alunos da rede pública visitam museus históricos de Brasília
6 de dezembro de 2017
Detran Presente ultrapassa 70 mil atendimentos em edição para Taxistas, no Rio de Janeiro
6 de dezembro de 2017
498
Compartilhe

Cingapura aprovou a entrada de carne congelada e refrigerada, congelada e refrigerada, de espécies bovina, ovina e caprina da Argentina, que expande as possibilidades dos exportadores e expande as oportunidades de negócios de produtores de diferentes regiões do país.

O embaixador argentino em Singapura, Federico Barttfeld, informou que as autoridades sanitárias desse país aprovaram o certificado veterinário internacional unificado para carne proveniente de zonas livres de febre aftosa com e sem vacinação da Argentina.

Essa conquista é o resultado do trabalho da Embaixada da Argentina nesse país asiático, em conjunto com o Ministério do Agronegócio, o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (SENASA) e a Agência Argentina de Investimento e Comércio Internacional (AAICI).

Até agora, Cingapura só permitia a compra de carne desossada da Argentina e só aceitou a carne com osso produzido na Patagônia.

“Este é mais um dos avanços que estamos tendo no nosso plano de integração inteligente com o mundo”, disse o ministro das Relações Exteriores, Jorge Faurie, enquanto considerava que “o mercado asiático é um horizonte fundamental, e Cingapura, neste ou seja, é uma das economias mais favoráveis ​​do nosso conceito de integração comercial “.

“Aumentar a presença de nossos produtos nas gôndolas do mundo gerará mais confiança cambial, de emprego e de saúde, fundamental para o crescimento da nossa região”, afirmou, entretanto, o ministro do Agronegócio, Luis Miguel Etchevehere.

O anúncio foi feito durante um passeio comercial de empresários argentinos que visitaram Singapura com o objetivo de aumentar as vendas de produtos argentinos para o país asiático.

No total, existem 14 empresas produtoras de carne, porco e aves, peixe e frutos do mar, vinhos, cítricos e grãos que mantiveram mais de 220 rodadas de negócios com mais de 60 importadores, distribuidores e supermercados locais.

Cingapura é um importador líquido de alimentos e, de acordo com um relatório publicado pelo Fórum Econômico Mundial em 2016, é a economia mais aberta e favorável ao comércio internacional no mundo, já que a grande maioria dos produtos importados está isento de tarifas.

Cingapura aprovou a entrada de carne congelada e refrigerada, congelada e refrigerada, de espécies bovina, ovina e caprina da Argentina, que expande as possibilidades dos exportadores e expande as oportunidades de negócios de produtores de diferentes regiões do país. Foto: Casa Rosada