Comunidade do Utinga celebra resultado das oficinas da Fundação Cultural do Pará

Chegada de árvore de natal na Downing Street nº10
2 de dezembro de 2017
SUPERLIGA MASCULINA 17/18: Corinthians-Guarulhos supera Lebes Canoas
2 de dezembro de 2017
674
Compartilhe
“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. Na foto, o pequeno Alex Caio Ribeiro (camisa azul). FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ

As 200 famílias beneficiadas diretamente pelas obras de infraestrutura e reurbanização do entorno do Parque Estadual do Utinga, no Bairro Curió-Utinga, em Belém, vão dispor de novos espaços de lazer e convivência. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), em ação articulada com outras secretarias estaduais, promove mudanças no local, já sendo possível constatar as melhorias decorrentes da iniciativa. As obras foram iniciadas com serviços de saneamento, pavimentação e drenagem das águas pluviais das ruas Arara, Pantanal, Ceará e Buiussuquara, onde foi construída uma pequena praça – o primeiro espaço de lazer da área com bancos e brinquedos para crianças até 7 anos. Ao lado da praça foi erguida a quadra poliesportiva, aberta aos moradores para práticas esportivas. FOTO: CRISTINO MARTINS / AG. PARÁ DATA: 28.11.2017 BELÉM – PARÁ

“Quando cheguei para morar aqui, não tinha iluminação pública e nem água, e era tanta criança na rua que isso me preocupava. Hoje, com as oficinas da FCP e a chegada dessa ação do governo, tudo melhorou por aqui”, comemora dona Marluce Silva dos Santos, 49 anos, há doze residindo na passagem Arara, do bairro do Curió-Utinga, em Belém. Com a oficina de técnica de pintura em mural, dona Marluce ainda ganhou uma casa ‘estilosa’. A residência se integrou a um verdadeiro painel multicolorido, resultado da atividade desenvolvida na passagem Arara. “Eu pedi para pintarem minha casa e gostei muito do trabalho que foi feito”, conclui. Ao todo mais de 70 pessoas da comunidade do entorno do Parque do Utinga foram beneficiadas com as oficinas de música, teatro, desenho e pintura. E neste domingo, dia 3, o público em geral poderá conferir uma mostra com o resultado de todas essas oficinas durante a inauguração do Parque. FOTO: WALTER FIGUEIREDO DATA: 02.12.2017 BELÉM – PARÁ