Crise hídrica mundial é debatida em Brasília

Tempestades atingem todo o estado e derrubam árvores na RMC
26 de abril de 2017
Foto Lula Marques/AGPT
Índios e PM entram e confronto em frente do congresso
26 de abril de 2017
308
Compartilhe

26/4/2017- Brasília, DF, Brasil-Crise hídrica mundial é debatida em Brasília, Representantes de 75 países estão em Brasília para discutir crise hídrica, saneamento básico e sustentabilidade. O encontro, que ocorre até quinta-feira (27) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é um preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, a ser sediado na capital do País em 2018. Presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga. Foto: Dênio Simôes/Agência Brasília

26/4/2017- Brasília, DF, Brasil-Crise hídrica mundial é debatida em Brasília, Representantes de 75 países estão em Brasília para discutir crise hídrica, saneamento básico e sustentabilidade. O encontro, que ocorre até quinta-feira (27) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é um preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, a ser sediado na capital do País em 2018.
Presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga.
Foto: Dênio Simôes/Agência Brasília

26/4/2017- Brasília, DF, Brasil-Crise hídrica mundial é debatida em Brasília, Representantes de 75 países estão em Brasília para discutir crise hídrica, saneamento básico e sustentabilidade. O encontro, que ocorre até quinta-feira (27) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é um preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, a ser sediado na capital do País em 2018.
Presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga.
Foto: Dênio Simôes/Agência Brasília

26/4/2017- Brasília, DF, Brasil-Crise hídrica mundial é debatida em Brasília, Representantes de 75 países estão em Brasília para discutir crise hídrica, saneamento básico e sustentabilidade. O encontro, que ocorre até quinta-feira (27) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é um preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, a ser sediado na capital do País em 2018.
Presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga.
Foto: Dênio Simôes/Agência Brasília