Debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia, durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos.

Tempestade Ianos se aproximando da Grécia
18 de setembro de 2020
45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos
18 de setembro de 2020
110
Compartilhe

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia, durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré

UN Photo / Jean Marc Ferré

Yury Ambrazevich, Representante Permanente da Bielo-Rússia (País Preocupado) no Escritório das Nações Unidas em Genebra, durante o debate sobre a situação dos direitos humanos na Bielo-Rússia durante a 45ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. 18 de setembro de 2020. Foto ONU / Jean Marc Ferré