Demanda do consumidor por crédito recua 1,6% em setembro

Foto: Sgt. 1st Class James Rivera / U.S. Army Africa
Chegada de equipamentos para combate ao vírus ebola na Libéria
9 de outubro de 2014
Foto: Forças Armadas da Novarrussia
Ativista, Rafael Lusvarghi na Ucrânia
9 de outubro de 2014
774
Compartilhe
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

09/10/2014 – Brasil –   O número de pessoas que buscou crédito em setembro recuou 1,6% em relação a agosto, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian. Na comparação com setembro de 2013, houve crescimento de 10,4% na procura por crédito. De acordo com o levantamento, a demanda teve queda de 3,6% no acumulado de janeiro a setembro deste ano, na comparação com o mesmo período no ano passado. Na foto: Cédulas de Real

 Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

09/10/2014 – Brasil – Por rendimento, houve declínio em todas as faixas de renda durante o mês de setembro. Entre quem ganha de R$ 500 a R$ 1 mil mensais, a queda foi 2,2% perante agosto. Para os que recebem entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, a queda foi 1,7%. Aqueles que ganham entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, o recuo chegou a 1,1% e para os que recebem mais de R$ 10 mil o declínio foi 1,3%. Na foto: Manuseio de dinheiro

 Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

09/10/2014 – Brasil –  Por região, as maiores quedas ocorreram nas mais desenvolvidas do país, com baixa de 2,6% no Sul e 2,2% no Sudeste. No Nordeste o recuo foi 0,5% e no Centro-Oeste foi 0,2%. Apenas houve avanço da demanda do consumidor, por crédito, na Região Norte, uma alta de 1%. De acordo com os economistas da Serasa, o recuo da demanda por crédito reflete a sazonalidade mais fraca de setembro. O Dia dos Pais, em agosto, concentrou a busca por crédito.