Detentos participam ação de conscientização em Mosqueiro

Grand prix: Brasil é superado pelo Japão e decide classificação para fase final em casa
16 de julho de 2017
Domingo no Parque, em São Sebastião, comemora 7 anos
16 de julho de 2017
368
Compartilhe

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE DATA: 15.07.2017 MOSQUEIRO - PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos. O detento João Lopes da Silva (foto) também participa da ação pelo terceiro ano consecutivo e diz que se sente muito feliz, porque através da ação pode novamente conquistar a confiança das pessoas.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos. O detento João Lopes da Silva (foto) também participa da ação pelo terceiro ano consecutivo e diz que se sente muito feliz, porque através da ação pode novamente conquistar a confiança das pessoas.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos. Fernando Pereira da Silva (foto) participou do projeto pela primeira vez e disse que estava feliz, porque há muito tempo não ia praia.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ

Com a ocupação maior das praias e balneários do Pará durante o mês de julho, cresce a poluição provocada pelo lixo deixado pelos veranistas, afetando o meio ambiente e também as pessoas que frequentam esses locais e podem ser vítimas de contaminações. Pensando nisso 9 detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), no Centro de Recuperação do Mosqueiro (CRMO) foram até a praia do Farol, na Ilha de Mosqueiro, entregar 2500 sacolas plásticas para os veranistas descartarem seus lixos. O detento João Lopes da Silva (foto) também participa da ação pelo terceiro ano consecutivo e diz que se sente muito feliz, porque através da ação pode novamente conquistar a confiança das pessoas.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 15.07.2017
MOSQUEIRO – PARÁ