Dia do catador de material reciclável alerta para preservação do meio ambiente em Vitória, no ES

Foto: Rodrigo Ruiz/RR Media
Fórmula Truck abre programação de treinos para etapa de Brasília
5 de junho de 2014
Foto: Pedro Ribas/ ANPR
Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, é aberto para visitação pública
5 de junho de 2014
718
Compartilhe
Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Diariamente, o planeta recebe milhões de toneladas de lixo produzido pelo consumo cada vez maior de produtos bem variados, fazendo as cidades sofrerem diretamente com o descarte irregular dos resíduos. Porém, grande parte desse material pode ser reaproveitado. Há, inclusive, a possibilidade de gerar renda para famílias que passam a depender desse trabalho para sua subsistência.

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Neste sábado (07/06), comemora-se o Dia Nacional do Catador de Material Reciclável. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os catadores são responsáveis pela coleta de 20% dos resíduos descartados no Brasil. São essenciais para a sustentabilidade do país e preservação do meio ambiente. Em Vitória, são duas associações: a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Vitória (Ascamare) e Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis da Ilha de Vitória (Amariv), que reúnem, juntas, 50 catadores. A renda média mensal chega a R$ 642 e pode chegar a R$ 724. Também são fornecidas cestas básicas para os associados e benefício do INSS. 

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Segundo a catadora de material reciclável Carla Alborges (foto), 32 anos, o trabalho é fundamental para o sustento de sua família. Ela, que trabalha na Ascamare há três anos, destacou que o espaço é organizado. “Tenho três filhos que também dependem desta renda e não sei se teria outra oportunidade igual e com os direitos trabalhistas garantidos”, destacou.

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Em média, são retiradas 160 toneladas por mês de lixo reciclável na capital, sendo que 130 toneladas são encaminhadas para associações de catadores. Na foto, a catadora Sara.

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Há 11 anos trabalhando como catadora, Josemary Jesus Santos (foto) disse que o trabalho é difícil e que precisa da colaboração dos moradores. Ela explica que o correto é que as pessoas não misturem e separem o lixo seco e úmido, o que facilita o reaproveitamento. “Assim, nossa renda poderia ser ainda melhor e colaboramos para o meio ambiente”, disse.

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- As associações contam com aluguel dos galpões e estrutura para funcionamento. Segundo o secretário, a Prefeitura acompanha as ações, orienta os trabalhadores e oferece assistência técnica regular.

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Foto: Elizabeth Nader/ Prefeitura de Vitória

Vitória- ES, 05/06/2014- Para o segundo semestre deste ano, há planos de aquisição de novos equipamentos, como prensa, balança, picotadeira de papel e carrinhos de fardos com recursos captados junto a parceiros, como os governos estadual e federal. Também há parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) com catadores em situação de rua para que sejam agregados às associações. Na foto, o catador Jorge Luiz.