Diversidade e tradição: a mistura que faz a fama da Lavagem do Bonfim

O príncipe Harry aparece em publico no jardim do Palácio de Buckingham depois que a rainha Elizabeth comungou com a vontade do casal de ser independente da corte
16 de janeiro de 2020
Tradicional festejos da Lavagem do Senhor do Bonfim em Salvador
16 de janeiro de 2020
263
Compartilhe

Gente de todas as idades, da capital, do interior e até do outro lado do Atlântico. Tem, inclusive, majestade. A diversidade de povos voltou a marcar mais um ano de cortejo da Lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira (16). A festa, considerada uma das maiores manifestações de fé do estado, reuniu milhares de fiéis, simpatizantes e curiosos logo nas primeiras horas da manhã, durante a concentração na Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio.

Para amenizar o calor e se proteger do sol – eram 8h da manhã quando a temperatura da cidade já chegava na casa dos 29 graus -, o que se viu foi gente comprando bonés, chapéus e óculos escuros, segurando uma garrafa de água mineral e se refrescando com abanador. “Faça chuva ou faça sol, o que importa é pedir muita proteção e saúde ao Senhor do Bonfim”, disse uma cidadão, perto do Elevador Lacerda.

Foto: Bruno Concha/Secom e Igor Santos/Secom