Diversidade e tradição: a mistura que faz a fama da Lavagem do Bonfim

167

Gente de todas as idades, da capital, do interior e até do outro lado do Atlântico. Tem, inclusive, majestade. A diversidade de povos voltou a marcar mais um ano de cortejo da Lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira (16). A festa, considerada uma das maiores manifestações de fé do estado, reuniu milhares de fiéis, simpatizantes e curiosos logo nas primeiras horas da manhã, durante a concentração na Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio.

Para amenizar o calor e se proteger do sol – eram 8h da manhã quando a temperatura da cidade já chegava na casa dos 29 graus -, o que se viu foi gente comprando bonés, chapéus e óculos escuros, segurando uma garrafa de água mineral e se refrescando com abanador. “Faça chuva ou faça sol, o que importa é pedir muita proteção e saúde ao Senhor do Bonfim”, disse uma cidadão, perto do Elevador Lacerda.

Foto: Bruno Concha/Secom e Igor Santos/Secom