Dois anos da tragédia de Mariana, em Minas Gerais

Zoo de Brasília apostou em sustentabilidade e no bem-estar animal em 2017
4 de novembro de 2017
Vladimir Putin colocou flores no monumento a Kuzma Minin e Dmitry Pozharsky na Praça Vermelha
4 de novembro de 2017
1262
Compartilhe

Barra Longa (MG) - Rio Gualaxo do Norte após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mariana (MG) – Ruínas em Paracatu de Baixo, distrito de Mariana, após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mariana (MG) – Ruínas em Paracatu de Baixo, distrito de Mariana, após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mariana (MG) – Ruínas em Paracatu de Baixo, distrito de Mariana, após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mariana (MG) – Barragem de Fundão, operada pela Samarco, após dois anos da tragédia do rompimento abrupto da estrutura de contenção de rejeitos Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mariana (MG) – Barragem de Fundão, operada pela Samarco, após dois anos da tragédia do rompimento abrupto da estrutura de contenção de rejeitos Foto: José Cruz/Agência Brasil

Barra Longa (MG) – Rio Gualaxo do Norte após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Barra Longa (MG) – Ruínas de Gesteira, no distrito de Barra Longa (MG), após dois anos da tragédia do rompimento da da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil

Barra Longa (MG) – Rio Gualaxo do Norte após dois anos da tragédia do rompimento da Barragem de Fundão da Samarco Foto: José Cruz/Agência Brasil