Dois dos quatro lotes ofertados em leilão da Aneel tiveram vencedores

Foto: Valdecir Galor/ SMCS
Guarda Municipal faz operação simultânea em praças e ruas de Curitiba
9 de janeiro de 2015
Foto: Andre Gomes de Melo/ GERJ
Praias ganharão painéis sobre qualidade da água no Rio de Janeiro
9 de janeiro de 2015
438
Compartilhe
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

09/01/2015 – Brasil – Dois dos quatro lotes ofertados hoje (9) no Leilão de Transmissão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foram arrematados. Estavam previstos lotes para os estados da Bahia, de São Paulo, Goiás e Rondônia, mas apenas os dois primeiros tiveram vencedores. O leilão ocorreu na BM&FBovespa, em São Paulo. O Lote A, maior do certame, teve como vencedora a Cymi Holding, tendo sido a única entre as três empresas habilitadas a apresentar oferta. A Receita Anual Permitida (RAP) máxima era R$ 146.817,85 e o lote foi arrematado, sem disputa, por R$ 144.600.900,00. O deságio ficou em 1,51%. Nesse grupo, os empreendimentos na Bahia preveem 903 quilômetros de linhas de transmissão, totalizando 3.600 mega-volt-amperes (MVA) de potência.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A subestação de São Paulo, com oferta de 800 MVA de potência, foi o único lote a ter disputa e foi arrematado pela empresa CPFL Geração de Energia, com deságio de 32,59%. O valor final da RAP ficou em R$ 10.836.780. A outra empresa a apresentar proposta foi a Abengoa Construção Brasil, com valor de R$ 15.917.525. A Alupar Investimento, que também estava habilitada, não apresentou proposta. O Lote F, que ofertava 150 MVA de potência em subestações em Rondônia, não teve interessados, assim como o Lote J, que ofertava subestação em Goiás.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Foto: Marcos Santos / USP Imagens