Dolly – Trabalhadores realizam assembleia em frente fábrica em Tatuí

Sessão plenária do STF
10 de maio de 2018
Presidente Michel Temer com militares em Reunião Sobre Segurança Pública
10 de maio de 2018
807
Compartilhe

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Sorocaba foram surpreendidos com a chegada da polícia hoje, pela manhã, durante a assembleia realizada em frente a fábrica de refrigerantes Dolly, em Tatuí, que pertence a base da entidade.

“Como a data-base do setor é maio, estávamos realizando a assembleia da campanha salarial e de repente chegaram os policiais federais. Eles entraram na empresa, mas não incomodaram a gente”, afirmou Neuza Barbosa de Lima, diretora do sindicato, presidido por José Airton Oliveira.

Segundo Neuza, os trabalhadores estão apreensivos porque não sabem o que vai acontecer após a prisão de um dos sócios da empresa. De acordo com os dirigentes sindicais, a Dolly tem uma unidade em Diadema e outra em Tatuí. Esta última tem outra razão social.

Sobre a prisão do empresário, o site da Folha publicou a seguinte notícia:

“O empresário Laerte Codonho, um dos sócios da companhia de refrigerantes Dolly, foi preso na manhã desta quinta-feira (10), em sua casa, na Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo.

A Polícia Militar foi acionada pelo Ministério Público de São Paulo e acompanhou a prisão do executivo. Segundo a PM, não houve resistência.

Ele deve ser levado para o 77º DP, na região central de São Paulo.

Força Sindical