Draco cumpre 9 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão contra quadrilha acusada de fraudar mais de R$ 48 milhões em recursos públicos

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Entrevista coletiva do novo líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Leonardo Quintão
9 de dezembro de 2015
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Reunião da Comissão de Ética da Câmara
9 de dezembro de 2015
267
Compartilhe
Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

09/12/2015 – Rio de Janeiro – RJ A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (DRACO/IE), em auxílio ao Grupo de Atuação Integrada na Saúde e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro deflagraram, nesta quarta-feira (09/12), a operação “Ilha Fiscal”.
Estão sendo cumpridos nove mandados de prisão e 16 de busca e apreensão contra quadrilha acusada de fraudar mais de R$ 48 milhões em recursos públicos por meio de contratos com o Município do Rio de Janeiro. Cerca de 20 policiais da DRACO participam da operação.De acordo com o delegado titular da Draco, Alexandre Herdy, a operação vem contribuir no combate a máfia da saúde, que além de lesar o governo, corrompe a gestão pública e afeta o atendimento à população. Até o momento, sete acusados foram presos. Foram apreendidos ainda dinheiro em espécie, joias, relógios, carros e documentos.

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG

Foto: Philippe Lima / SESEG