Duplas masculinas de volei do Brasil estreiam no Major Series de Stavanger, na Noruega

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Sessão da Câmara para votação da reforma política em Brasília
11 de junho de 2015
Foto: Wander Roberto / Inovafoto
II Torneio Quatro Nações de Handebol: Tunísia x Cuba
11 de junho de 2015
527
Compartilhe
Foto: CBV

Foto: CBV

Foto: CBV

Foto: CBV

11/06/2015- Stavanger- Noruega- O primeiro dia de disputa da chave masculina do Major Series de Stavanger não foi da maneira esperada pelas duplas brasileiras que representam o país na Noruega. Com exceção de Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), que acumularam dois resultados positivos, Ricardo/Emanuel (BA/PR) e Pedro Solberg/Evandro (RJ) sofreram revezes. Álvaro Filho e Vitor Felipe (PB) tiveram que abandonar a competição por conta de um problema físico com Alvinho.

Foto: CBV

Foto: CBV

11/06/2015- Stavanger- Noruega- A dupla paraibana entrou em quadra na manhã desta quinta-feira (11.06), em Stavanger, contra os espanhóis Herrera e Gavira. Aos 19 minutos de jogo e vencendo por 11 a 6, Alvinho sentiu um desconforto no pé esquerdo e deixou a partida. Sem reunir condições, horas mais tarde a parceria, em conjunto com a comissão técnica, optou por deixar a disputa. Amanhã (12/06) a dupla retorna ao Brasil para iniciar o tratamento de Álvaro Filho e iniciar os treinamentos visando a Copa do Mundo da Holanda, no final de junho, e os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, no mês que vem.

Foto: CBV

Foto: CBV

11/06/2015- Stavanger- Noruega- Vale lembrar que nos últimos quatro torneios do Circuito Mundial (Open de Praga, Grand Slam da Rússia e Major Series de Porec e Stavanger) a dupla partiu do country quota, passando pelo qualificatório e avançando à fase de grupos. “O Álvaro Filho sofreu uma contratura, e em conjunto com a CBV, acertamos o planejamento de dar uma pausa nas competições, para condicionamento e recuperação dos atletas”, explicou Ernesto Souza, técnico da parceria. “É uma situação complicada, pois quem é atleta quer sempre jogar e ganhar. Mas é uma decisão preventiva. Temos dois torneios muito grandes pela frente, onde vamos representar muito bem nosso país”, acrescenta Álvaro Filho.