“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses.

Preparativos no Palácio do Planalto para posse de Bolsonaro
20 de dezembro de 2018
Encontro do presidente Michel Temer com servidores da Presidência
21 de dezembro de 2018
738
Compartilhe
“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses. Fotos: Ricardo Stuckert

“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses. Fotos: Ricardo Stuckert

“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses. Fotos: Ricardo Stuckert

“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses. Fotos: Ricardo Stuckert

“É uma dor profunda” — Benedita da Silva, deputada e ex-governadora do Rio de Janeiro, ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula é preso político há mais de oito meses. Fotos: Ricardo Stuckert