Eclipse solar parcial do espaço

Visita do Secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, ao Brasil
13 de agosto de 2018
Reunião Decreto Relicitação
13 de agosto de 2018
239
Compartilhe

Graças a um capricho do nosso cosmos, a distância média da Lua da Terra é a ideal para aparecer como o mesmo tamanho no céu que o Sol significativamente maior. De vez em quando a Lua desliza diretamente entre a Terra e o Sol de tal forma que parece cobrir nossa estrela completamente, temporariamente bloqueando sua luz e criando um eclipse solar total para aqueles ao longo do caminho estreito lançado pela sombra da Lua.

Mas às vezes o alinhamento é tal que a Lua cobre apenas parcialmente o disco do Sol. Tal eclipse parcial ocorreu no sábado para observadores localizados principalmente no norte e leste da Europa, partes do norte da América do Norte e algumas localidades do norte da Ásia.
O satélite Proba-2 da ESA, que observa o Sol, orbita a Terra cerca de 14,5 vezes por dia e, com a constante mudança no ângulo de visão, entra e sai da sombra da Lua duas vezes durante o eclipse de sábado. 
Vistas selecionadas dos dois eclipses parciais são vistas lado a lado – a primeira (à esquerda) foi capturada às 08:40:12 GMT e a segunda (à direita) às 10:32:17 GMT de 11 de agosto. 
As imagens foram tiradas pela câmera SWAP do satélite, que trabalha em comprimentos de onda ultravioleta extremos para capturar a atmosfera turbulenta do sol – a coroa – a temperaturas de cerca de um milhão de graus, que podem ser vistas no fundo.
Créditos: ESA / Royal Observatory of Belgium

Créditos: ESA / Royal Observatory of Belgium

ENTRE NO LINK E FAÇA A SUA DO AÇÃO https://fotospublicas.com/doar/