Eliminatória Sul-Americana: Brasil e Paraguai, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, fala sobre o rompimento do PMDB com o governo
29 de março de 2016
Foto: Paulo Pinto/ Agência PT
Ato pela Democracia na FFLCH na USP
29 de março de 2016
583
Compartilhe
Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Com um cântico famoso pelos estádios da América do Sul, os paraguaios presentes no Defensores del Chaco, em Assunção, na noite desta terça-feira (29), revelaram o que seria preciso para os jogadores envolvidos em Paraguai e Brasil: raça.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- A Seleção Brasileira mostrou que tinha de sobra e conseguiu empatar o jogo, já nos acréscimos, depois de estar perdendo por 2 a 0. Lezcano e Benítez marcaram para os donos da casa, e Ricardo Oliveira e Daniel Alves balançaram a rede pelo Brasil.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Com nove pontos, a Seleção Brasileira está na sexta colocação da tabela de classificação das Eliminatórias da Copa do Mundo.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- A próxima partida oficial será diante do Equador, no dia 4 de junho, pela Copa América. Pelas Eliminatórias, o próximo confronto será somente no dia 2 de setembro, contra o mesmo adversário.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Mesmo jogando fora de casa, o Brasil ignorou a pressão da torcida adversária, partiu para cima do Paraguai e quase abriu o placar aos quatro minutos. Douglas Costa inverteu para Willian, que dominou, tirou do marcador e bateu por cima do gol de Villar.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Os donos da casa responderam 13 minutos depois, com a cabeçada de Ortíz, que parou nas mãos de Alisson, e no lance seguinte, com Aguilar, em arremate na pequena área, que também esbarrou em grande defesa do goleiro brasileiro.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Aos 26 minutos, o Brasil foi ao ataque com Willian e o meia serviu Renato Augusto, que arriscou de longe e assustou o arqueiro oponente. No minuto posterior, Willian apareceu novamente e rolou para Ricardo Oliveira.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- O atacante encheu o pé e mandou uma bomba no travessão. Já no fim da etapa inicial, aos 40, Edgar Benítez mandou a bola para a área e achou Lezcano. O atacante bateu de primeira e contou com o quique da bola para encobrir Alisson e abrir o placar para o Paraguai.

 

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- O Brasil voltou melhor no segundo tempo. Logo aos dois minutos, Ricardo Oliveira recebeu de Daniel Alves e finalizou por cima do gol.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- No minuto seguinte, Benítez recebeu na área e marcou o segundo gol do Paraguai. A Seleção Brasileira não se intimidou e passou a dominar a posse de bola e as ações ofensivas da partida.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Aos 35 minutos, Hulk bateu de fora da área, com muita força, e Villar deu rebote. Ricardo Oliveira aproveitou a sobra e marcou para a equipe brasileira.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- A equipe seguiu mandando no jogo e, aos 46 minutos, chegou ao merecido empate com Daniel Alves. O lateral invadiu a área e, com a perna esquerda, bateu no cantinho de Villar para marcar.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

29/03/2016- Assunção- Paraguai- Dois minutos depois, o Brasil quase marcou o terceiro gol com Filipe Luís, mas o goleiro adversário conseguiu se recuperar e dar um tapa para evitar que a bola entrasse. No rebote, Jonas bateu para fora.

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Foto: Rafael Ribeiro/ CBF