Em apenas dois meses, a Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE) já capacitou 680 pessoas em oficinas de geração de renda

O Ibama e a Receita Federal determinaram à maior importadora de mercúrio do país, com sede em Joinville (SC), a devolução de 1,7 tonelada da substância ao país de origem, a Turquia.
11 de maio de 2018
Restauração de poltronas de palhinhas no Palácio do Planalto
11 de maio de 2018
495
Compartilhe

São Paulo SP 11 05 2018 Em apenas dois meses, a Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE) já capacitou 680 pessoas em oficinas de geração de renda, promovidas nos Centros de Referência de Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan) Butantã e Vila Maria.Segundo a secretária de Trabalho e Empreendedorismo, Aline Cardoso, as oficinas são uma forma de apoiar a segurança alimentar, o desenvolvimento das pessoas e, também, a geração de renda. “Os cursos têm, pelos menos, dois objetivos. Um é a própria segurança alimentar, para que o cidadão saiba se alimentar melhor e aproveitar os alimentos, evitando o desperdício e tendo uma nutrição melhor na sua alimentação. O outro objetivo é que as pessoas possam desenvolver habilidade para gerar renda” foto Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom

Heloisa Ballarine /Secom