Em campanha de combate à fome, MST já doou mais de 2300 toneladas de alimentos em todo o país

66ª Sessão Deliberativa – 45ª sessão remota no Senado
9 de julho de 2020
Treino do Santos 09/07/2020
9 de julho de 2020
201
Compartilhe

Solidariedade não é caridade
Em campanha de combate à fome, MST já doou mais de 2300 toneladas de alimentos em todo o
país
Em uma entrevista, o escritor e jornalista Eduardo Galeano disse: “Eu
não acredito em caridade, eu acredito em solidariedade. Caridade é tão
vertical, vai de cima pra baixo. Solidariedade é horizontal”. E é baseado
nessa horizontalidade que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem
Terra chegou ao número de 2300 toneladas de alimentos doados em
campanhas de solidariedade durante a pandemia do novo coronavírus.
O MST, ao organizar uma campanha nacional de doação de alimentos,
ao mesmo tempo em que escoa a produção de acampamentos e
assentamentos espalhados por todo o país, combate à fome e a
desigualdade.
“As doações são ações diretas de diálogo entre o povo do campo e da
cidade. Toda vez que ocorre uma doação da Reforma Agrária, chega na
mesa de um brasileiro um alimento contra a fome e a desigualdade social
pelas quais o Brasil sempre passou, mas que se intensificou agora nesse
período de pandemia”, explica Kelli Mafort, da direção nacional do MST.
São 24 estados com ações concretas: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito
Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,
Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio
de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia,
Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
As ações vão desde doações de grande variedade de legumes, verduras,
frutas e hortaliças, passando por marmitas com refeições prontas para entrega, até equipamentos de proteção individual e produtos de higiene como sabão e álcool em gel.
As doações, que inicialmente começaram a ser feitas por acampamentos
e assentamentos, hoje integram duas campanhas mais amplas de
solidariedade: a Campanha Periferia Viva, constituída pelo MST,
Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Movimento dos Atingidos
por Barragem (MAB), Levante da Juventude, Movimento de
Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD) e Movimento Pela
Soberania Popular na Mineração (MAM), e a iniciativa “Vamos precisar
de todo mundo“, composta pelas Frente Brasil Popular e a Frente Povo
Sem Medo. As duas campanhas contam a participação de diversas
organizações urbanas e do campo na arrecadação e distribuição.

MST BA

MST

MST RS

Foto Joka Madruga

Foto Lia Bianchini

Foto Wellington Lenon

MST RS