Escultura em forma de um mosquito, instalada no lago do Parque Estadual do Utinga em Belem

Ato da Caravana Lula Pelo Brasil em Chapecó, Santa Catarina
25 de março de 2018
Treino da Seleção no Estádio An der Alten Forsterei
25 de março de 2018
2784
Compartilhe

Olha, mãe, o mosquito que dá doença. Água parada dá dengue, né?”. Foram essas as palavras da pequena Valentina Marie, de apenas 2 anos e oito meses, ao avistar a escultura em forma de um mosquito, instalada no lago do Parque Estadual do Utinga (Peut). Com a simplicidade genuína das crianças, ela traduziu a proposta de arte educativa da peça que vem virando atração no novo ponto turístico do Estado. Na manhã da última quinta-feira (22), a escultura em fibra de vidro mais uma vez chamou atenção, dessa vez de estudantes das redes municipal e estadual, que participaram da primeira visita técnica ao parque. A visita ao Parque do Utinga fez parte das atividades da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que este ano trabalha o tema “Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas” e vem mobilizando educadores em projetos de educação ambiental. Durante a excursão, os estudantes ouviram sobre a importância do espaço como uma unidade de conservação estadual, criada para preservar ecossistemas e mananciais, como os lagos Bolonha e Água Preta, que abastecem cerca de 70% da população de Belém. FOTO: SIDNEY OLIVEIRA / AG. PARÁ DATA: 23.03.2018 BELÉM – PARÁ

SIDNEY OLIVEIRA / AG. PARÁ

SIDNEY OLIVEIRA / AG. PARÁ

SIDNEY OLIVEIRA / AG. PARÁ