Estudantes apresentam espetáculo sobre o Tropicalismo no Teatro Eva Hertz, na Bahia

halloween vem ai
19 de outubro de 2017
Governador Marconi Perillo‏ de Goiás e pref. de São Paulo João Doria assinaram hoje protocolo que vai encaminhar parcerias e troca de experiências em gestão na saúde
19 de outubro de 2017
810
Compartilhe
19/10/2017- Bahia- Os estudantes do Colégio Estadual Carlos Marighela, no bairro do Stiep, em Salvador, reviveram no palco do Teatro Eva Hertz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, nesta quinta-feira (19), o movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música e da cultura popular brasileiras entre os anos de 1967 e 1968. Eles protagonizaram a quinta edição do Festival de Ritmos, cujo tema, este ano, foi “Tropicália em cena: 50 anos”. Performances musicais, de dança, teatro e poesia marcaram a programação do espetáculo, que reproduziu o cenário cultural revolucionário de 50 anos atrás, quando nasceu o Tropicalismo Foto: Marlon Correia/ASCOM EDUCAÇÃO

19/10/2017- Bahia- Os estudantes do Colégio Estadual Carlos Marighela, no bairro do Stiep, em Salvador, reviveram no palco do Teatro Eva Hertz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, nesta quinta-feira (19), o movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música e da cultura popular brasileiras entre os anos de 1967 e 1968. Eles protagonizaram a quinta edição do Festival de Ritmos, cujo tema, este ano, foi “Tropicália em cena: 50 anos”. Performances musicais, de dança, teatro e poesia marcaram a programação do espetáculo, que reproduziu o cenário cultural revolucionário de 50 anos atrás, quando nasceu o Tropicalismo Foto: Marlon Correia/ASCOM EDUCAÇÃO

19/10/2017- Bahia- Os estudantes do Colégio Estadual Carlos Marighela, no bairro do Stiep, em Salvador, reviveram no palco do Teatro Eva Hertz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, nesta quinta-feira (19), o movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música e da cultura popular brasileiras entre os anos de 1967 e 1968. Eles protagonizaram a quinta edição do Festival de Ritmos, cujo tema, este ano, foi “Tropicália em cena: 50 anos”. Performances musicais, de dança, teatro e poesia marcaram a programação do espetáculo, que reproduziu o cenário cultural revolucionário de 50 anos atrás, quando nasceu o Tropicalismo Foto: Marlon Correia/ASCOM EDUCAÇÃO

19/10/2017- Bahia- Os estudantes do Colégio Estadual Carlos Marighela, no bairro do Stiep, em Salvador, reviveram no palco do Teatro Eva Hertz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, nesta quinta-feira (19), o movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música e da cultura popular brasileiras entre os anos de 1967 e 1968. Eles protagonizaram a quinta edição do Festival de Ritmos, cujo tema, este ano, foi “Tropicália em cena: 50 anos”. Performances musicais, de dança, teatro e poesia marcaram a programação do espetáculo, que reproduziu o cenário cultural revolucionário de 50 anos atrás, quando nasceu o Tropicalismo Foto: Marlon Correia/ASCOM EDUCAÇÃO

19/10/2017- Bahia- Os estudantes do Colégio Estadual Carlos Marighela, no bairro do Stiep, em Salvador, reviveram no palco do Teatro Eva Hertz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, nesta quinta-feira (19), o movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música e da cultura popular brasileiras entre os anos de 1967 e 1968. Eles protagonizaram a quinta edição do Festival de Ritmos, cujo tema, este ano, foi “Tropicália em cena: 50 anos”. Performances musicais, de dança, teatro e poesia marcaram a programação do espetáculo, que reproduziu o cenário cultural revolucionário de 50 anos atrás, quando nasceu o Tropicalismo Foto: Marlon Correia/ASCOM EDUCAÇÃO