-Estudantes do Paraná desenvolvem abrigo sustentável e inovador para moradores de rua

O presidente Jair Bolsonaro fala com pessoas na saída do palácio da Alvorada como faz todos os dias.
21 de novembro de 2019
Manifestações nesta quinta feira em Santiago do Chile contra a politica economica do governo -foto Carlos Vera /Coletivo 2 +
21 de novembro de 2019
182
Compartilhe

Curitiba Pr 21 11 2019-Estudantes desenvolvem abrigo inovador para moradores de rua. Sustentável, portátil, impermeável, com isolamento térmico e custo praticamente zero. Assim é o abrigo emergencial para moradores de rua projetado por estudantes do segundo ano do Curso Técnico em Edificações, na modalidade integrada ao Ensino Médio, do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) de Curitiba.
A pesquisa foi desenvolvida esse ano pelos estudantes Allan Ernesti, Leonardo das Neves, Thiago Bronoski de Oliveira e Udson Ribeiro e orientada pelo professor Gesse Lima e pelo ex-aluno do Ceep Juliano Jonas.O abrigo consiste numa espécie de barraca feita de embalagens Tetra Pak que, quando dobrada de maneira similar à utilizada na arte do origami, pode ser carregada debaixo do braço. Para montar uma barraca para uma pessoa, são necessárias cerca de 140 caixinhas e um ferro de passar roupa. Thiago explica que a ideia foi ressignificar os recipientes, que são difíceis de serem reciclados.“A caixinha é feita de [plástico] polietileno, papelão e alumínio. A gente corta as embalagens num tamanho padrão e, quando temos a quantidade necessária, sobrepomos uma na outra. Com o auxílio de um paninho e um ferro de passar roupas ligado, com muito cuidado, unimos as caixinhas, já que o calor do ferro derrete o plástico e faz as vezes de cola”, explica, garantindo que com a técnica não há o risco de deixar frestas no abrigo.Foto Agencia Paraná

Agencia Paraná

Agencia Paraná

Agencia Paraná

Agencia Paraná

Agencia Paraná