Evento prepara implantação da Incubadora de Empresas do Xingu, no Pará

Com um ano recém-completado em novembro, o programa de Cirurgia de Traqueia do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, recebeu neste sábado (02)
2 de dezembro de 2017
Nelsinho Piquet tira pontos positivos da estreia e já mira próxima etapa na FIA Fórmula E
3 de dezembro de 2017
674
Compartilhe
O estado com a maior diversidade e variedade de cacau no mundo, de onde a cultura cacaueira é originada, voltou a ser o maior produtor de amêndoas do país e com a meta de expandir sua produção cada vez mais. Desde 2016, o Pará voltou ao topo da produção de cacau com perspectiva de expandir cada vez mais. Uma das ações prioritárias é a produção de propágulos, materiais de ampliação da cultura, como sementes e clones resistentes às doenças, cujo projeto executado há 10 anos pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) está em fase de teste em Marituba, Tomé-Açu e Medicilândia (foto). FOTO: SIDNEY OLIVEIRA / AG. PARÁ DATA: 24.11.2017 MEDICILÂNDIA – PARÁ

O cacau (foto) e o açaí são importantes produtos do agronegócio no estado do Pará. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado é o maior produtor nacional de açaí e o segundo maior de cacau. Para fortalecer ainda mais essa posição no mercado, o Centro de Valorização Agroalimentar de Compostos Bioativos da Amazônia (CVACBA) da Universidade Federal do Pará (UFPA), instalado no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá),desenvolve pesquisas de aperfeiçoamento e qualidade dos frutos com foco nos benefícios e saúde dos consumidores. FOTO: MÁCIO FERREIRA / ARQUIVO AG. PARÁ DATA: 06.05.2017

De acordo com o estudo do Instituto de Pesquisa e Estatística Aplicada (Ipea), divulgado na segunda-feira (5), o Pará foi um dos doze Estados que reduziu o índice de homicídios entre 2010 e 2015, com queda de 3,2%. A média nacional do mesmo período foi de crescimento em 4%, sendo que o maior índice de aumento (77,7%) foi registrado no Estado de Sergipe. No entanto, o Pará detém a quinta maior taxa de homicídios registrados, segundo a metodologia do órgão, com 45 homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes, atrás de Sergipe (58,1), Alagoas (52,3), Ceará (46,7) e Goiás (45,3). Em relação aos municípios com maior número de homicídios, Altamira (foto) figura no topo da lista, com taxa de 105,2 homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes. Ainda figuram na lista dois municípios que estão na região metropolitana, caso de Marituba (76,5) e Ananindeua (69,6). FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ DATA: 26.08.2017 ALTAMIRA – PARÁ

O cacau (foto) e o açaí são importantes produtos do agronegócio no estado do Pará. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado é o maior produtor nacional de açaí e o segundo maior de cacau. Para fortalecer ainda mais essa posição no mercado, o Centro de Valorização Agroalimentar de Compostos Bioativos da Amazônia (CVACBA) da Universidade Federal do Pará (UFPA), instalado no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá),desenvolve pesquisas de aperfeiçoamento e qualidade dos frutos com foco nos benefícios e saúde dos consumidores. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 06.05.2017