Expedição 58 rumo a Estação Espacial Internacional

A cidade de São Joaquim, no alto da Serra Catarinense, registrou durante o gélido amanhecer desta segunda-feira (03), a geada de número 100 no ano de 2018
3 de dezembro de 2018
Foguete Soyuz lança a espaçonave Soyuz MS-11 do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão
3 de dezembro de 2018
295
Compartilhe

Expedição 58 Crew Wave At the Pad (NHQ201812030001)
O engenheiro de vôo David Saint-Jacques, da Agência Espacial Canadense (CSA), a engenheira de vôo Anne McClain, da NASA, e o comandante da Soyuz, Oleg Kononenko de Roscosmos, despedem-se antes de embarcar na espaçonave Soyuz MS-11. lançamento, segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 em Baikonur, Cazaquistão. Kononenko. McClain e Saint-Jacques passarão os próximos seis meses e meio a bordo da Estação Espacial Internacional. Crédito da foto: (NASA / Aubrey Gemignani)

Expedição 58 Crew Wave At the Pad (NHQ201812030001) O engenheiro de vôo David Saint-Jacques, da Agência Espacial Canadense (CSA), a engenheira de vôo Anne McClain, da NASA, e o comandante da Soyuz, Oleg Kononenko de Roscosmos, despedem-se antes de embarcar na espaçonave Soyuz MS-11. lançamento, segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 em Baikonur, Cazaquistão. Kononenko. McClain e Saint-Jacques passarão os próximos seis meses e meio a bordo da Estação Espacial Internacional. Crédito da foto: (NASA / Aubrey Gemignani)

Lançamento da Expedição 58 (NHQ201812030002) Um foguete Soyuz lança a espaçonave Soyuz MS-11 do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na segunda-feira, 3 de dezembro de 2018, horário de Baikonur, carregando o comandante da expedição 58 Soyuz, Oleg Kononenko, da Roscosmos, a engenheira de vôo Anne McClain, da NASA e o engenheiro de vôo David. Saint-Jacques da Agência Espacial Canadense (CSA) em órbita para iniciar sua missão de seis meses e meio na Estação Espacial Internacional. Crédito da foto: (NASA / Aubrey Gemignani)