Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio

Foto: NASA
Astronauta da Agência Espacial Europeia fotografa a aurora boreal
6 de abril de 2017
Michel Temer almoça com o casal real da Suécia
6 de abril de 2017
286
Compartilhe

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força

06/04/2017- São Paulo- SP, Brasil- Força Sindical lança campanha de mobilização do 1º de Maio. Sindicalistas repudiam reformas trabalhista e previdenciária, além da terceirização que penalizam o trabalhador e convocam trabalhadores para paralisações do dia 28 de abril e ato do 1º de Maio. Foto Jaelcio Santana / Força