Francisco Beltrão vai zerar a fila de cirurgias de pterígio, no Paraná

Posse do novo chefe do Estado-Maior da Armada
15 de setembro de 2017
foto Pozzebom/agencia Brasil)
O ex-presidente da camara dos Deputados Eduardo Cunha  chega na capital para depor no processo em que é acusado desvio do FGTS
16 de setembro de 2017
518
Compartilhe

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro. Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA

15/09/2017- Curitiba- O Governo do Estado em parceria com a prefeitura de Francisco Beltrão deu início nesta sexta-feira (15) a um mutirão de cirurgias oftalmológicas de pterígio. Também conhecida como ‘carne no olho’, a doença é caracterizada por um tecido que cresce no globo ocular podendo atingir a pupila e afetar a visão. O objetivo é fazer 350 cirurgias e zerar a demanda pelo procedimento no município até o fim de outubro.
Foto: SESA