Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, homenageia símbolos da democracia

Foto: Glenn Fawcett/ Secretary of Defense
Secretário de Defesa Americano, Chuck Hagel, comenta os exercícios militares na Coreia do Sul
31 de março de 2014
Polícia Federal apreende 3,7 toneladas de cocaína no Porto de Santos
31 de março de 2014
544
Compartilhe
Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Recife- PE, 31/03/2014- Na data que marca a passagem dos 50 anos do golpe militar do Brasil de 1964, o governador Eduardo Campos visitou, na manhã desta segunda-feira (31/03), os túmulos de três importantes personalidades na luta pela democracia.

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Recife- PE, 31/03/2014- A homenagem, que partiu da Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara, foi para o ex-governador Miguel Arraes de Alencar, que foi deposto pelo regime militar; para o arcebispo Dom Helder Câmara, patrono da Comissão Estadual da Verdade; e para o Padre Henrique, falecido durante a ditadura.

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Recife- PE, 31/03/2014- A agenda teve início no Cemitério de Santo Amaro, no Recife, onde está enterrado o ex-governador Miguel Arraes de Alencar, e prosseguiu até a Igreja da Sé, em Olinda, local em que foram homenageados Dom Helder Câmara e Padre Henrique.

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Recife- PE, 31/03/2014- Durante a agenda, o governador recebeu das mãos do coordenador da Comissão da Verdade, Fernando Coelho, uma coleção de documentos históricos contendo investigações sobre Arraes. O material foi levantado pelo colegiado junto ao Arquivo Público Nacional.

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI

Foto: Aluisio Moreira/ SEI