Governo de Minas inaugura Sala de Situação de Eventos Críticos e Hidrológicos

Foto: Luiz Morier/ GERJ
Secretaria do Ambiente do Rio de Janeiro e INEA divulgam nota Técnica sobre Rio Paraíba do Sul
26 de março de 2014
Foto: Miguel Schincariol/ Ituano
Após disputa de pênaltis, Ituano vence o Botafogo e está na semifinal do Paulistão 2014
26 de março de 2014
762
Compartilhe
Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Belo Horizonte- MG, 26/03/2014- O Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) inaugurou, na tarde desta quarta-feira (26/03), na Cidade Administrativa, a Sala de Situação de Eventos Críticos e Hidrológicos de Minas Gerais. O espaço tem como objetivo monitorar e dar informações mais rápidas e detalhadas sobre eventos hidrometeorológicos críticos, como tempestades, cheias e secas, a fim de subsidiar os órgãos estadual e municipais de Defesa Civil nas tomadas de decisão.

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Belo Horizonte- MG, 26/03/2014- De acordo com a diretora geral do Igam, Marília Melo, por meio da Sala será possível compilar dados, potencializá-los e antecipar a informação para as defesas civis. “Ao conseguir antecipar esses dados estaremos ajudando as autoridades na tomada de decisão de retirar ou não as populações das áreas atingidas por tempestades e enchentes minimizando, assim, perdas materiais e humanas”, destacou.

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Belo Horizonte- MG, 26/03/2014- Os investimentos na Sala de Situação foram feitos pela Agência Nacional das Águas (ANA) que incentiva os estados a criarem seus próprios espaços para monitoramento de eventos críticos. Em Minas, será investido cerca de R$ 1,1 milhão em equipamentos, programas de computador e treinamento técnico.

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Belo Horizonte- MG, 26/03/2014- Todos os recursos ficarão dispostos na Sala de Situação, anexa à sala do Sistema de Meteorologia e Recursos Hídricos de Minas Gerais (Simge), que já recebe informações geradas pelo radar meteorológico localizado em Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e por imagens de satélite.

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG

Foto: Carlos Alberto/ Imprensa MG