Governo de São Paulo contrata mil policiais militares em dias de folga para reforçar segurança

Coletiva de Imprensa da Campanha de Vacinação contra Gripe
2 de abril de 2014
Foto: José Manuel de la Maza/ Presidência do Chile
Bachelet chega na cidade de Iquique no Chile, uma das mais afetadas pelo terremoto
2 de abril de 2014
688
Compartilhe
Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

São Paulo- SP, 02/04/2014- A região metropolitana de São Paulo, a Baixada Santista e a região de Campinas terão mil policiais militares a mais nas ruas. A medida de segurança faz parte da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (DEJEM), que permite aos oficiais trabalharem voluntariamente em suas folgas com direito a remuneração adicional. Policiais Militares em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes.

Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

São Paulo- SP, 02/04/2014- Os policiais trabalharão fardados, por até oito horas diárias em no máximo 10 dias no mês, com equipamentos adequados e respaldo do comando da corporação. De acordo com o governador, medida é inovadora e muito importante, um trabalho bastante dinâmico, técnico cientifico.

Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

São Paulo- SP, 02/04/2014- Efetivo também será empregado aos finais de semana, vai ajudar no combate à criminalidade ao reforçar o policiamento preventivo e ostensivo. Os primeiros locais de implantação do programa seguirão o planejamento com foco nas áreas com mais demanda de policiamento no Estado.

Foto: Vagner Campos/ GESP

Foto: Vagner Campos/ GESP

São Paulo- SP, 02/04/2014- A medida de segurança faz parte da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (DEJEM), que permite aos oficiais trabalharem voluntariamente em suas folgas com direito a remuneração adicional. O programa começa com mais de 3 mil policiais militares o que vai garantir todo dia mil a mais.