Governo envia mais 10 mil doses de vacina contra febre amarela para Alenquer

Papa Francisco recebe no Vaticano membros dos países da União Europeia em comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma
24 de março de 2017
Pará é o único estado a instituir Dia D de combate à tuberculose nos presídios
25 de março de 2017
325
Compartilhe

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém. Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais (foto) do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, a comunidade Median, a cerca de 50 quilômetros da sede de Alenquer.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, Fernando Esteves (e) e Alberto Soares (d).
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, o agricultor Antônio Júlio de Souza Sena, 37 anos.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, o biólogo Alberto Soares (em pé, de óculos), do 9º Centro Regional de Saúde (CRS) conversa com moradores da comunidade Median.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará