Governo envia mais 10 mil doses de vacina contra febre amarela para Alenquer

Atletas rubro-negros treinam pela primeira vez no Campo 5 do CT
24 de março de 2017
Pará é o único estado a instituir Dia D de combate à tuberculose nos presídios
25 de março de 2017
342
Compartilhe

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém. Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- Na última quarta-feira a borrifação (foto) começou a ser feita nas localidades rurais, para eliminar os mosquitos que podem transmitir a febre amarela, inclusive o Aedes aegypti. “Esse trabalho é importante porque elimina o inseto que passa o vírus para o homem. Fizemos três dias nas comunidades onde foram registradas mortes de macacos e onde houve o registro da febre amarela em humanos”, explicou o biólogo Alberto Soares, do 9º Centro Regional de Saúde (CRS), em Santarém.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais (foto) do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, a comunidade Median, a cerca de 50 quilômetros da sede de Alenquer.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, Fernando Esteves (e) e Alberto Soares (d).
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, o agricultor Antônio Júlio de Souza Sena, 37 anos.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará

24-03-2017- Alenquer- Pará- O reforço na vacinação de moradores das comunidades rurais do município de Alenquer, no oeste do Pará, é a prioridade do plano emergencial contra a febre amarela executado pelo governo do Estado na região. Chegará a Alenquer ainda na noite desta sexta-feira (24) uma nova remessa de vacinas para reforçar o estoque que será levado até a zona rural. São mais 10 mil doses. Na foto, o biólogo Alberto Soares (em pé, de óculos), do 9º Centro Regional de Saúde (CRS) conversa com moradores da comunidade Median.
Foto: Rodolfo Oliveira / AG. Pará