Governo oferece apoio para esclarecer morte de promotor

Caixa aumenta a partir desta segunda os juros para financiar a casa própria
19 de janeiro de 2015
Foto: José Luis da Conceição/ A2 FOTOGRAFIA
Setor calçadista brasileiro fechou 24 mil vagas em 2014
19 de janeiro de 2015
418
Compartilhe
Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

19/01/2015- Argentina – O governo argentino ofereceu nesta segunda-feira apoio para esclarecer a morte do promotor Alberto Nisman, cujo corpo foi encontrado horas antes de seu comparecimento no Congresso para denunciar a presidente do país, Cristina Kirchner, na causa pelo atentado contra a Associação Mutual Israelita  Argentina (Amia). “O juiz tem todo o apoio por parte das forças de segurança para garantir o esclarecimento deste fato doloroso”, disse hoje o chefe de Gabinete do governo argentino, Jorge Capitanich, em um breve comparecimento perante a imprensa. Capitanich confirmou que o corpo de Nisman foi achado nesta madrugada no banheiro de seu domicílio junto “a uma arma de fogo de calibre 22”, sem antecipar uma hipótese sobre a causa de sua morte.

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina

Foto: Ricardo Ceppi/ Presidência da Argentina