Grupo de Arqueólogas acham ossada de criança de 3.500 anos no Piauí

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil
Programa SOS Crianças Desaparecidas faz ato público no Rio de Janeiro
28 de março de 2014
Bope usará óculos com câmeras na ocupação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro
28 de março de 2014
739
Compartilhe
Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

São Raimundo Nonato- PI, 28/03/2014-  Pesquisadores da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham) encontraram um cemitério com 12 ossadas humanas que tem cerca de 3.500 anos, em um dos cerca de 800 sítios arqueológicos do Parque.

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

São Raimundo Nonato- PI, 28/03/2014- A descoberta aconteceu em março deste ano, quando um grupo de arqueólogos estava preparando mais 10 sítios para visitação do público, quando se depararam com indícios da primeira ossada, a de um menino que tinha aproximadamente um ano quando foi enterrado.

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

São Raimundo Nonato- PI, 28/03/2014- As outras seis ossadas estão guardadas em urnas funerárias e serão analisadas em laboratório.

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

São Raimundo Nonato- PI, 28/03/2014- A descoberta desse cemitério é uma novidade, pois há poucos os registros de sepulturas na Serra da Capivara. Com o material coletado, os pesquisadores poderão realizar trabalhos comparativos com dados colhidos em outros sítios arqueológicos e assim descobrir mais detalhes.

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM

Foto: Tânia Santana/ Acervo FUMDHAM